- Hide menu

Vicente Tomazi abre sua primeira individual de fotografia – JL

Vicente-clipping

Reportagem publicada no Jornal de Londrina no dia 08 de janeiro de 2014. Acesse aqui

Marintimidade é uma palavra que não está no dicionário. Foi criada pelo geógrafo londrinense Vicente Tomazi por conta de um ensaio fotográfico que realizou na Bahia em 2012 e que agora está em cartaz no Espaço Cultural Ceddo, em Londrina (veja o serviço completo no Guia Jornal de Londrina). Movido pela relação com a água, desde que frequentava o lago Igapó – tema de sua monografia – Tomazi foi atraído pelas ondas do mar baiano e quis satisfazer o desejo de capturá-lo com as lentes da sua máquina fotográfica.

Segundo ele, marintimidade é fruto de duas de suas paixões: o estudo da intimidade humana e o mar. A primeira refere-se à época em que concluiu o curso de Geografia na Universidade Estadual de Londrina (UEL), durante o qual aprofundou na temática das geografias íntimas, ou as geografias de cada um, relacionadas à experiência com o lago. A característica que une as fotografias e a paisagem apresentada refere-se a uma maior intimidade com o mar e a busca de um olhar renovado, de acordo com Tomazi.

O projeto que resultou na exibição teve início em 2010, quando o geógrafo fez viagens às praias de Itacaré e Porto Seguro, já com o intuito de fotografar. “Acredito que, por ter nascido e vivido no interior, sempre convivi com a vontade de ir até o mar”, revela.

Fotógrafo há 18 anos, esta é a primeira vez que ele reúne seu trabalho em uma exposição. O nome da individual surgiu do encontro com um barco ancorado na praia, batizado de Travessia (foto).

Tomazi conta que a ideia desse título está relacionada ao período em que teve de lutar contra um câncer diagnosticado em dezembro de 2012. “Depois da tempestade, a calmaria. Prestes a seguir essa travessia, apresento agora ao público o resultado desse trabalho onde reúno minha paixão pela arte, imagens, natureza, lugares, paisagens, viagens. Pela vida”, comenta.

Mesmo graduado em geografia, no currículo de Tomazi estão diversos cursos de fotografia em São Paulo e Curitiba e a participação no Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco de 2013.

A mostra, composta por 20 imagens, comprova sua intenção de continuar trabalhando na área. Após deixar um emprego em uma empresa privada, Vicente decidiu investir na fotografia.

“Por enquanto, estou afastado da geografia e sigo no trabalho com a foto. Não é um retorno, pois nunca a deixei”, diz. Residindo desde 2008 na cidade de São Paulo por conta do mestrado em turismo litorâneo, o fato de expor em Londrina é significativo, pois para ele “o bom filho à casa torna. É uma honra ter a oportunidade de mostrar meu trabalho aqui”, relata.

Há um ano Tomazi realizou uma cirurgia para combater o câncer e o resultado foi positivo. “Penso que a exposição funciona como um renascimento para mim, que comemoro na minha terra natal” ressalta.

Serviço

Travessia – Exposição com fotografias de Vicente Tomazi. Até o dia 31 no Espaço Cultural Ceddo (R. Pernambuco, 725). De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Sábados, das 8h às 13h. Entrada gratuita. Informações: 3321-4114.